quinta-feira, 29 de março de 2012

Pátio da Receita em Foz deve ser desocupado

Membros da Corregedoria Nacional de Justiça estiveram reunidos com integrantes da Receita Federal na região e magistrados que atuam no local. As discussões, que ocorreram durante dois dias, pretendem definir formas de desocupar os pátios onde a Receita guarda veículos apreendidos em crimes de contrabando e descaminho.
Segundo o juiz auxiliar da Corregedoria Marlos Melek, cerca de 7.500 veículos apreendidos estão guardados no local, esperando o desfecho dos processos judiciais a que se referem. Entre os veículos apreendidos, há também ônibus, barcos e lanchas.
Uma primeira reunião foi realizada na sede da Receita Federal em Foz do Iguaçu,  realizada entre Melek e o superintendente da 9ª Regional da Receita Federal, Luiz Bernardi, e o delegado-chefe da Receita Federal em Foz do Iguaçu, Rafael Dolzan.
Na reunião, foram tratadas as dificuldades enfrentadas pela Receita em relação à guarda dos veículos apreendidos. Nesta quinta-feira, o juiz auxiliar da Corregedoria discute o tema com os juízes que atuam na região.
A partir destas reuniões, será feito um diagnóstico do problema e propostas medidas que permitam a desocupação destes pátios, seja por meio de doação do bem apreendido a órgãos públicos ou realizando a alienação antecipada do bem.
“Queremos conhecer a situação em profundidade e, a partir disso, elaborar algumas propostas para reduzir esse alto percentual de veículos que estão apodrecendo nos pátios da Receita em Foz do Iguaçu”, explica Melek.

Fontes : Agência CNJ de Notícias , Foz Notícia

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Receba notícias pelo seu E - mail !